quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Dá-me só a mão...

Um comentário:

Max disse...

Quantas vezes a mão no ombro é um afago na alma.
Basta a mão.