segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Pedido...

3 comentários:

Cris Caetano disse...

Também quero me curar da extrema sensibilidade. Ando muito cansada dela.

Beijos

otilia cristina disse...

OLÁ REGINA..

ME DIZ ,QUEM NÃO QUERIA VOLTAR A SER PEQUENO ONDE NO CORAÇÃO SO EXISTIA AMOR,SIMPLICIDADE E ONDE AINDA NÃO TINHA A CAPACIDADE DE VER A MALDADE NA INFÂNCIA SO ENXERGAMOS COLORIDO O CINZA DEIXAMOS PARA MATURIDADE NÃO PE?
ADOREI AQUI..
BOA NOITE

VEJO SEMPRE O NOME DO SEU BLOG E SEMPRE QUIS VIR AQUI...
E GOSTEI DO QUE VI...

OTILIA

KIKA disse...

Cara Regina, que texto belo e quão verdadeiro é esse sentimento que nos toma vez por outra.

Tenho sentido sua falta, está mais silênciosa. Um terno e forte abraço. bjsss